Monaco amplia vantagem, despacha Borussia e vai à semi da Champions

Por GloboEsporte.com     19/04/2017 18h27

Com gols de Mbappé, Falcão García e Germain, donos da casa fazem 3 a 1 no Louis II e eliminam os alemães

Monaco amplia vantagem e vai à semi da Champions League

FOTO: Reuters

O JOGO

Sem surpresas na França. Depois de vencer fora de casa por 3 a 2, o Monaco não deu chances para o Borussia no Louis II, nesta quarta-feira, pela partida de volta das quartas de final da Liga dos Campeões. Com gols de Mbappé, Falcão García e Germain, os donos da casa fizeram 3 a 1 nos alemães e garantiram a vaga na semifinal. 

PROMESSA INSPIRADA

O garoto Mbappé, de apenas 18 anos, viveu uma noite especial nesta quarta-feira. Além de ter aberto o placar para o Monaco ainda nos minutos iniciais da partida de volta das quartas de final da Liga dos Campeões, a promessa deixou a defesa do Borussia de cabelos em pé com muitas jogadas de velocidade e chances criadas. Com certeza, renderá bons frutos ao Monaco! 

OVACIONADO

O zagueiro Bartra, atingido pelas explosões no ônibus do Borussia antes do jogo de ida, na Alemanha, esteve no banco de reservas antes da partida desta quarta-feira e foi aplaudido pela torcida do Monaco. 

SEMIFINAIS

O sorteio da próxima fase da Liga dos Campeões será só na sexta-feira. Passaram de fase: Monaco, Juventus, Real Madrid e Atlético de Madrid.

PRIMEIRO TEMPO

 Apesar de ter vencido o primeiro jogo, fora de casa, por 3 a 2, o Monaco não começou a partida de volta na retranca. Com muita velocidade, surpreendeu o Borussia. E conseguiu ampliar a vantagem. Ainda nos minutos iniciais, a promessa Mbappé abriu o placar no Louis II. Os alemães não conseguiam reagir e logo levaram o segundo: Falcão Garcia, de cabeça, marcou. 

Contrariando mais uma vez as expectativas, o Monaco seguiu no ataque. O Borussia, entretanto, equilibrou as chances com mais posse de bola - mas pouca criação. Ficou clara a queda de ritmo dos franceses, enquanto os alemães ainda não se encontravam em campo. Dembélé, que estava no banco, entrou para tentar fazer alguma coisa. Pouco conseguiu até o intervalo.

SEGUNDO TEMPO

Se no primeiro tempo pouco criou, no segundo o Borussia melhorou. Passou a, além de ter a posse de bola, chegar com perigo ao gol do Subasic. Depois de tanto insistir, conseguiu diminuir a tão grande desvantagem: com Reus, marcou seu primeiro e único gol na partida. A partir de então, precisava de mais dois para levar a decisão para os pênaltis.  

O problema, para o Borussia, porém, é que o Monaco tinha velocidade - e muita. Depois de algumas tentativas frustradas com Mbappé, seu substituto Germain, que tinha acabado de entrar, ampliou a vantagem dos franceses. Perto do fim do jogo, os alemães não conseguiram mais assustar Subasic.