Após discussão, Neymar exige que PSG negocie Cavani, diz jornal

Por Extraonline     19/09/2017 12h58

Craque brasileiro discutiu com companheiro uruguaio por causa de uma cobrança de pênalti na partida diante do Lyon, no último domingo

Cavani e Neymar discutiram para saber quem bateria o pênalti contra o Lyon 

FOTO: Christophe Simon / AFP

Azedou de vez o clima no Paris Saint-Germain. De acordo com informações do jornal catalão "Sport", o craque Neymar, após a confusão com Cavani na partida contra o Lyon, pelo Campeonato Francês, exigiu que o uruguaio seja negociado pelo clube no mercado de inverno, ou seja, em janeiro. No máximo no próximo verão europeu, no meio de 2018.

Neymar disse ao presidente Nasser Al-Khelaifi que a convivência com Cavani é impossível e não há outra saída. Diz o jornal que Ney tem o apoio dos jogadores brasileiros e de Mbappé.

Nesta segunda-feira, o jornal "L?Équipe", afirmou que os jogadores quase chegaram às vias de fato no vestiário após a discussão em campo por conta de uma cobrança de pênalti. O zagueiro Thiago Silva foi quem evitou a confusão de maior proporção.

Tudo começou quando Cavani e Neymar discutiram por uma cobrança de penalidade máxima. Cavani, cobrador oficial, não aceitou que o brasileiro cobrasse. Pegou a bola após discussão com Ney, bateu e perdeu. Antes disso, Daniel Alves "escolheu" Neymar para cobrar a falta que o uruguaio queria bater.

No vestiário, Cavani reclamou com Neymar. O brasileiro, nervoso, retrucou. Foi aí que o capitão Thiago Silva precisou chegar para separar os dois artilheiros.

Também na segunda, Cavani falou sobre o assunto e minimizou o problema.

"Essas são coisas que criam. Não sei porque criam todas essas histórias. Na verdade, creio que, às vezes, são questões que se passam no futebol. É uma história que soube agora, falando com meu irmão, de que Cavani não deixa bater pênaltis ou tem um problema com Neymar. A verdade é que não tem problema nenhum", disse ao programa "Gol de Medianoche", da "Radio Universal".