CRB repete má atuação, é derrotado pelo Sport por 1x0 e cai para 11º na Série B

Por Mauricio Manoel | Portal Gazetaweb.com     12/06/2019 00h05 - Atualizada às 12/06/2019 08h58

Galo tentava a recuperação no Recife, mas sofreu a 2ª derrota seguida e vai para a parada da Copa América com problemas a serem corrigidos

CRB repete má atuação, é derrotado pelo Sport por 1x0 e cai para 10º na Série B

FOTO: Douglas Araújo/Ascom CRB

O pesadelo dos passes errados e inconsistência defensiva voltaram a assombrar o CRB na Série B. Depois de perder para o América-MG em casa, o Galo visitou o Sport e acabou derrotado por 1x0, na Ilha do Retiro, no Recife. A partida válida pela 8ª rodada foi a última antes da parada para a Copa América e retorna no mês de julho.

Veja como foi a partida em Tempo Real!

O Regatas não tinha chances de chegar ao G4 devido ao revés da rodada passada e a vitória da Ponte Preta sobre o Londrina, por 3x1, na noite da segunda-feira (10). Porém, a missão era pontuar para conseguir se manter próximo dos mais bem colocados da Segundona. Mas, com a queda em Pernambuco e a vitória do Oeste, por 3x0, sobre o Vitória, fez a equipe descer quatro degraus e agora figura na 11ª colocação do Brasileiro, com 10 pontos. Já o Sport, fica na 5ª colocação, com 15 pontos ganhos.

Sport 1x0 CRB - Campeonato Brasileiro Série B (8ª rodada)

-


No retorno da competição, no dia 13 de julho (sábado), o CRB volta a campo pela 9ª rodada da Série B contra o Guarani, no Estádio Rei Pelé. Já o Sport, na mesma data, encara o São Bento, em Sorocaba-SP, no Estádio Walter Ribeiro. Os horários dos confrontos serão definidas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

TRAPALHADAS DO CRB E GOL DO SPORT

Com os dois times brigando na parte de cima da tabela, esperava-se que o jogo começasse intenso e com chances de gols desde o primeiro tempo. Porém, dentro de campo os erros de passes roubaram a cena, excepcionalmente pelo lado alagoano. Aos 5 minutos, o zagueiro regatiano Edson Henrique recuou a bola na fogueira para o goleiro Edson Mardden e por pouco o ataque do Sport não recupera a redonda.

CRB jogou com bloco baixo desde o começo do jogo e sofreu com a marcação do Sport no campo ofensivo

FOTO: Douglas Araújo/Ascom CRB
A primeira finalização do jogo foi do Galo. Aos oito, Léo Ceará arriscou de fora da área e o goleiro Mailson não teve dificuldades para defender. O CRB chegou novamente aos 16, desta vez, com mais perigo. O volante Dirceu Lucas recebeu na intermediária, chutou forte e o arqueiro do Sport espalmou para a linha de fundo.

Depois disso, só deu Sport no jogo, com o atacante Guilherme comandando o ataque pernambucano. Aos 19, o camisa 11 teve chance de falta, mas mandou para fora. Dois minutos depois, ele viu o espaço na zaga do Galo e bateu de fora da área, só que carimbou a defesa regatiana e se perdeu pela linha lateral. Aos 24, Guilherme de novo desceu ao ataque, recebe dentro da área do CRB, chutou cruzado e Mardden encaixou.

Improvisado mais a frente como nos dois últimos jogos, Bryan era um dos responsáveis por puxar o contra-ataque do Galo 

FOTO: Douglas Araújo/Ascom CRB
Sufocado pelo Rubro-Negro, o CRB apostava nos contra-ataques para surpreender o adversário. E quase conseguiu com Felipe Ferreira, aos 24, quando ele tabelou com Dirceu Lucas, entrou na área e tocou na saída de Mailson, a bola bateu no goleiro do Sport, voltou nos pés do camisa 10 e saiu pela linha de fundo. No minuto 30, Ferreira recebeu na entrada da área e chutou colocado:  a bola passou assustando o arqueiro Mailson. 

A avalanche do Sport aconteceu depois disto e, novamente, após erro na saída de bola do CRB. Aos 37, o lateral regatiano Daniel Borges recuou na fogueira para Mardden, que bateu na redonda de bico. A bola não tomou altura, bateu na cabeça de Hernane e retornou nos pés de Guilherme. O atacante do Sport driblou Daniel dentro da área, puxou para a perna direita, mas chutou fraco, no meio do gol. Fácil para Mardden.

Depois de muito tentar, atacante Guilherme abriu o placar para o Sporte na Ilha do Retiro

FOTO: Anderson Stevens/Sport
No entanto, três minutos mais tarde, para variar outro erro do Galo no setor defensivo. Hernane partiu com a bola dominada na intermediária de ataque, o zagueiro Edson Henrique tentou abafar e o centroavante rubro-negro mandou por elevação para Ezequiel, que devolveu para Hernane. Com o gol aberto, o "Brocador" mandou no travessão. No rebote, a bola sobrou para quem já havia tentado tanto: Guilherme, que empurrou para o fundo da rede. Fim do primeiro tempo com vantagem do Sport pelo placar mínimo.

CRB ATORDOADO E POUCO EFETIVO

Time regatiano até tentou empatar no segundo tempo, mas não conseguiu tirar a vantagem do Leão

FOTO: Douglas Araújo/Ascom CRB
Os times voltaram para o segundo tempo sem nenhum modificação. Então, a chance do Galo continuar sufocado na Ilha do Retiro era grande. Dito e feito. Antes mesmo do primeiro minuto, Ezequiel cruzou e Norberto pegou de primeira para o Sport, Edson Mardden vai no cantinho e impede, de peito, o segundo dos pernambucanos.

Aos dois, Alisson Farias fez boa jogada pela esquerda e rolou para Felipe Ferreira na entrada da área grande. O camisa 10 regatiano chutou com estilo e a pelota passou à direita do gol do arqueiro Mailson.

 O jogo passou 13 minutos gelado, sem nenhuma investida ofensiva. Quem quebrou o gelo foi o volante Dirceu Lucas, aos 16 minutos, quando viu a defesa do Sport aberta e soltou um canudo do meio da rua, Mailson mandou para o lado. Em resposta dois minutos depois, Leandrinho recebeu livre de marcação pelo lado esquerdo de ataque e também tentou de longa distância. Mas Edson Mardden, com os pés, fez uma defesaça e não deixou o adversário abrir outro gol de vantagem. 

No segundo tempo, time Rubro-Negro manteve a disciplina tática e apertou o CRB em alguns momentos

FOTO: Douglas Araújo/Ascom CRB
Tava até demorando para acontecer outro erro na saída de bola do Galo, mas Victor Ramos decidiu cometer mais um aos 25 minutos. O capitão alvirrubro cochilou, Hernane roubou a bola, passou para Ezequiel, mas muito forte, direto para linha de fundo. A sorte sorriu para o CRB.

Aos 28, Guilherme recebeu na esquerda e Igor fez a carga sobre o atacante, e a arbitragem marcou falta. Ele mesmo bateu, Cleberson desviou de cabeça, Éder esticou a perna, tocou na bola e assustou o goleiro Edson Mardden. 

No fim do jogo, o drama tomou conta do CRB, que partiu com tudo para cima. A esta altura, o Sport sabia que poderia matar o jogo em algum contra-ataque. E ele quase veio quando Hernane aproveitou mais um corte errado de Igor e arriscou a finalização com a ponta da chuteira. Mardden foi a buscar no cantinho aos 45. 

Nos últimos momentos do jogo na Ilha do Retiro, o Galo se atirou para o ataque buscando igualar o marcador

FOTO: Douglas Araújo/Ascom CRB
No minuto seguinte, o Ronaldo colocou a mão na bola e impediu a descida do Galo para o ataque. Sem pensar duas vezes, o árbitro aplicou o segundo amarelo e o volante foi expulso. Ou seja, choveu bola na área do Rubro-Negro. 

Aos 49, no ataque mais contundente do Galo, o goleiro Edson Mardden foi para o ataque. Com todo mundo dentro da área, Alisson Farias cruzou, Victor Ramos cabeceou para trás, a defesa do Leão cortou errado e, na sobra, Willie chutou forte, no meio do gol. O goleiro Mailson espalmou e a defesa rubro-negra afastou o perigo. Não deu tempo para mais nada. Segunda derrota seguida do CRB na competição e o sonho inicial de encostar no G4, se tornou, na realidade, segunda parte da tabela.

Sport

Mailson; Norberto, Eder, Cleberson e Sander; Ronaldo, Yago (João Igor) e Sammir (Leandrinho); Ezequiel, Guilherme (Juninho) e Hernane.  

Técnico: Guto Ferreira

CRB

Edson Mardden; Daniel Borges, Victor Ramos, Edson Henrique e Igor;  Ewerton Páscoa, Dirceu Lucas, Bryan (Mailson) e Felipe Ferreira (Wiliam Barbio); Alisson Farias  e Léo Ceará (Willie).

Técnico: Marcelo Chamusca