Aluno do Ifal Palmeira é selecionado para programa de intercâmbio na Nasa

Por Victor Lima, com informações do Ifal     14/01/2020 09h41

Durante 10 dias, Alex Gomes terá lições no centro de treinamento sobre trabalho em equipe, criatividade e liderança

Programa de intercâmbio é destinado a jovens de 11 a 18 anos e tem duração de dez dias

FOTO: cortesia

Você já deve ter pensado em viajar à Lua ou ao menos teve essa vontade, certo? Bom, o aluno Alex Gomes, do Instituto Federal de Alagoas (Ifal) de Palmeira dos Índios, vai chegar um pouco mais perto disso. Ele foi selecionado para ser um dos participantes do programa de intercâmbio 'My Nasa!' e realizará o sonho de conhecer um centro de treinamento da Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (Nasa). 

O interesse pelo desenvolvimento de tecnologias e pelo programa aeroespacial surgiu cedo: aos 13 anos no 8º ano do Ensino Fundamental, quando teve seu primeiro contato com a disciplina de Física. 

O programa de intercâmbio é destinado a jovens de 11 a 18 anos e tem duração de dez dias, sendo realizado na cidade de Houston nos Estados Unidos, no centro de treinamento: Space Center University, mesclando estudos e o período de férias. Com passaporte e o visto nas mãos, Alex já está de malas prontas para embarcar nesta quarta, 15, para a 'terra do Tio Sam' e viver sua primeira experiência aeroespacial.

"Fiquei sabendo desta oportunidade através de um amigo do meu pai. Pesquisei sobre o projeto e li sobre o programa, achei bastante interessante! Será a chance que terei para enriquecer meu currículo e aprender mais sobre lançamento de foguetes, programação e ambientes de microgravidade", relata o garoto que este ano cursará o 3º ano do curso de Edificações.

Para que seu sonho pudesse se tornar realidade, Alex contou com a ajuda dos seus pais, que financiarão o programa e também com o auxílio do Ifal, que ficou responsável pelas passagens aéreas. "Pretendo retribuir este investimento do Instituto com a realização de um projeto de ensino para este ano feito em parceria com o professor Rodrigo Raposo. Ele será destinado à preparação de alunos para diversas olimpíadas na área da Física", diz.

Alex ainda contou com as orientações do professor para assuntos que serão dados no intercâmbio, como: Programação e lançamento de foguetes com resíduos sólidos e garrafas PET. "Quis aprender antes para absorver melhor durante o intercâmbio. Além de contribuir com esses conhecimentos no projeto de ensino, estarei disponível para rodas de conversa e palestras", adianta o estudante, que viverá o sonho aeroespacial junto a mais 17 alunos brasileiros.