Na contramão do desmonte do SUS, Hospital Universitário amplia serviços

Por Victor Lima, com informações do HU     14/01/2020 10h26 - Atualizada às 14/01/2020 11h54

Em 2019, o HU realizou 4.403 cirurgias, 6.503 internaes, entre outros servios

FOTO: ascom/ufal
.jpg" data-hashtags="#radiogazetaweb #gazetaweb" style="width:40%;">

Unidade hospitalar também cumpriu 97% da meta de implementação das diretrizes de humanização propostas pela Ministério da Saúde

Em 2019, o HU realizou 4.403 cirurgias, 6.503 internações, entre outros serviços

FOTO: ascom/ufal

O Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (HUPAA) está entre os cinco hospitais mais bem avaliados no Brasil quando o assunto é atendimento humanizado. A conquista foi divulgada por meio de nota à imprensa, na manhã desta terça-feira (14), que destacou também a quantidade de atendimentos que foram realizados em 2019. 

Reconhecido nacionalmente como um dos mais humanizados do país, o hospital cumpriu 97% da meta de implementação das diretrizes de humanização propostas pelo Ministério da Saúde. Esse índice coloca o hospital da Ufal entre os cinco mais bem avaliados no Brasil nesse processo de diretrizes nacionais para HU's. 

A reitora da Ufal, Valéria Correia, e a superintendente do HU, Regina dos Santos, destacam que os avanços neste setor são importantes, pois, segundo elas, vão na contramão do processo de desmonte que o SUS está acontecendo no Brasil. Para as gestoras, cortes e atrasos nos repasses de verbas são desafios enfrentados diariamente.

De acordo com a superintendente do HU, Regina dos Santos, o hospital é um lugar procurado por pessoas que não têm como pagar um tratamento. "Nós atendemos à população que depende exclusivamente do SUS. Nossa prioridade é cuidar das pessoas com humanização. Resistimos às tentativas de desmonte do Sistema Único de Saúde (SUS), pois acreditamos que saúde pública é um direito", destacou a Superintendente. 

A reitora Valéria Correia afirma que a ampliação dos tratamentos no HU foi uma das suas prioridades na gestão. "As minhas agendas em Brasília sempre contam com uma passada no Ministério da Saúde. Para mim, ser responsável junto com Regina por esse projeto é motivo de muito orgulho. Para além de promessas ficam as ações", disse a professora de Serviço Social, que finaliza neste mês sua gestão à frente da Ufal.

Com atendimentos de alta e média complexidade, o HU, em 2019, realizou 4.403 cirurgias; 6.503 internações; 224.950 exames laboratoriais através da atuação de profissionais reconhecidos internacionalmente e de estudantes que compõe a mais antiga residência médica do Estado com mais de 30 anos de existência. 

Hospital amplia serviços com abertura de UTI pediátrica 

Ampliando os serviços, o Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (HUPAA) terá uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) voltado para a pediatria. Será a primeira UTI pediátrica pública fora do Hospital Geral do Estado (HGE). Ela terá inicialmente 10 leitos e equipamentos de última geração. 

Uma reforma está sendo feita no prédio do HU para receber as unidades que atenderão urgência e emergência. O projeto está orçado em 3.140.000,00 milhões de reais e foi fruto de idas a Brasília e de articulação política.

A reitora da Ufal, Valéria Correria, e a superintende Regina dos Santos viabilizaram a UTI entre idas a Brasília, onde conseguiram R$ 3 milhões em emendas parlamentares que foram enviadas e aprovadas pelo Ministério da Saúde. Outros 140.000 mil reais dos cofres do HU foram investidos para complementar o orçamento do projeto.